Testes no Internet Explorer: Brace Yourself

Quando chega o momento em que é necessário iniciar os testes no Internet Explorer, essa é a minha reação:


Talvez eu esteja sendo injusta, afinal de contas, o IE está melhorando aos poucos nas versões mais recentes. Mas para desenvolvedores e testadores, o lançamento de versões pode ser a causa de trabalho dobrado, pois o layout pode funcionar na versão mais recente, mas na anterior pode ficar totalmente desconfigurado. O número de usuários que navegam pelo IE é consideravelmente alto, 56% ainda o utilizam. Além desse fato, é necessário considerar que muitos dos usuários demoram para atualizar a versão, então, não nos resta opção, a não ser testar o site em mais de uma versão do IE. Simples, não é mesmo? Não. Uma vez instalada a versão mais recente do nosso querido navegador, as anteriores são totalmente substituidas, obviamente. Uma primeira alternativa para ter acesso a várias versões do navegador seria através da máquina virtual e a outra alternativa seria instalar o IETester. 
O IETester é uma ferramenta free para Windows, que contém desde a versão 5 do Internet Explorer até a versão 9. No sistema, é possível abrir abas com todas as versões, e acessar o site a ser testado.




  




Mas para testes automatizados, há apenas a opção de máquina virtual.
Além de simular as várias versões do Internet Explorer, há ferramentas para o desenvolvedor, como por exemplo, visualizar o código fonte.
Você poderá realizar o download clicando aqui.

6 comentários:

  1. amei o bichinho novo! hahahaha

  1. ahhuauhhuauha obrigada mah! Esse fui eu que fiz! ;D

  1. Eduardo disse...:

    Realmente testar no Explorer sempre é uma luta, recentemente nossa empresa (www.Getninjas.com.br) teve uns probleminhas com uma das versões do IE que fez com que o site ficasse quebrado por um final de semana (talvez se tivéssemos usado o IETester não teríamos tido o problema)

    A aversão pelo IE é tão grande que a startup americana www.4ormat.com (diretório de portfolios) conseguiu um bom PR alegando que eles não suportavam o IE e com isso economizaram mais de U$100k em desenvolvimento no último ano. Detalhes nesse artigo:
    http://techcrunch.com/2012/04/01/bootstrapped-startup-saves-over-100k-by-dropping-ie/

    Todavia era só jogada de marketing como diz esse outro artigo (que deu ainda mais marketing para a empresa!): http://techcrunch.com/2012/04/16/4ormat-rebuttal/

  1. fpelz disse...:

    Não vale o esforço testar versões anteriores a 7.0, muitas empresas já pararam de dar suporte a versões antigas de navegadores, e se você cria um esforço para testar o ie6 acho injusto você não realizar testes no firefox 3.6 por exemplo. Como plano estratégico do setor de qualidade, deve-se definir quais tipos de tecnologias deverão ter suporte e com essa tomada de decisão testar somente os browsers que suportam essas tecnologias, o interpretador Javascript do IE6 já está muito defasado, exigir o suporte desses web brownsers (ie6, ff3, chrome3, safari2) pode freiar a inovação da equipe de design e desenvolvimento.

  1. Mariana disse...:

    Eu não uso mais o internet explorer, prefiro google chrome...
    Os sites como get ninjas funcionam melhor, e eu visito esse, hotmail e facebook...

Postar um comentário

 
Monster Bug